Listão: 5 filmes com temática LGBT
Share:

Listão: 5 filmes com temática LGBT

por Renan Fileto

 

1- A Garota Dinamarquesa – 2015

 

O primeiro filme da lista é também o mais recente. Em “A Garota Dinamarquesa”, temos uma atuação quase espiritual de Eddie Redmayne. O ator, que já havia vencido o óscar e foi novamente indicado por este papel, dá luz à primeira transsexual da história. Vale como documento histórico, vale como entretenimento e também vale MUITO pela atuação de Redmayne.

 

2- O Segredo de Brokeback Mountain – 2005

 

O controverso filme de Ang Lee está nessa lista muito mais pelo que representou para a indústria de Hollywood e do cinema como um todo, do que por sua narrativa ou pelo desenvolvimento de seus personagens. Neles vemos um casal de cowboys – até então o último pilar da heterossexualidade americana – que se apaixona num cenário bucólico e precisa aprender a lidar com a descoberta da própria homossexualidade.
Hoje muito criticado, o filme teve papel fundamental na abertura da grande industria para filmes com temática LGBT. Lembrando que, se hoje em dia já é difícil abordar o tema, 12 anos atrás a situação se encontrava ainda pior.

 

3- Madame Satã – 2002

 

O filme de Karim Aïnouz procurou trazer à tona não somente a homossexualidade de seu protagonista, mas buscou também demonstrar como a discriminação – que é enorme com gays em geral – se torna ainda pior quando o indivíduo é negro e de periferia. Além disso, a obra também conta com uma atuação MAGISTRAL de Lázaro Ramos. Imperdível.

 

4- Tomboy – 2011

 

Em quarto lugar na nossa lista temos “Tomboy”, filme francês dirigido por Céline Sciamma. O grande diferencial de seu roteiro é abordar a questão da identidade de gênero pela ótica de uma criança. Nele, temos a menina Laure que, em determinado momento, passa a se identificar como o gênero masculino. A história é sutil e bem dirigida, o que colabora para a compreensão de que identidade de gênero, mais do que algo relacionado à certo e errado, é uma escolha diretamente ligada à necessidade de sentir-se bem consigo mesmo.

 

5- Milk – 2008

 

Por fim, temos mais uma história real. Gus Van Sant resolveu, em 2008, contar a história de Harvey Milk, um ativista e político gay. O maior ponto a seu favor? Seu enorme valor histórico. Milk foi o primeiro homossexual declarado a ser eleito para um cargo público na Califórnia. O filme mostra sua ascensão e o papel fundamental do protagonista na luta por direitos iguais entre héteros e homossexuais.
Ah, Sean Penn está sensacional e ganhou um óscar por sua atuação.

 

PS: Essa postagem obviamente não pretende esgotar o tema. Existem outros vários filmes, uma parte B (e talvez C, D, etc) virá em breve!